Moradoras de Olímpia acusam a upa da cidade de negligência

Moradoras de Olímpia acusam a upa da cidade de negligência

Duas moradoras de Olímpia acusam a upa da cidade de negligência, no atendimento a seus filhos. Um deles, Miguel, de sete anos, morreu em novembro do ano passado, depois que o diagnóstico de meningite bacteriana demorou para ser confirmado. O outro paciente, Gabriel, de 18 anos, entrou em coma, segundo a mãe, pelo mesmo motivo.