Polícia investiga troca de corpos de bebês

Polícia investiga troca de corpos de bebês

A polícia investiga o que teria acontecido para que o corpo de um bebê, que nasceu morto, no Hospital da Criança e Maternidade de Rio Preto, tenha sido enterrado pela família errada.
A FUNFARME, Fundação Faculdade Regional de Medicina, que administra o Hospital da Criança e Maternidade de Rio Preto, informa que todos os trâmites do SVO – Serviço de Verificação de óbito, feitos pelo Hospital da Criança foram realizados de forma correta e dentro do previsto legalmente.
A Fundação está apurando, em sindicância interna todos os processos que lhe competem, cooperando com os pedidos das investigações. Entenda o caso assistindo ao vídeo.