Mulher acusada de matar a filha de apenas 1 ano e 4 meses, em março de 2017, em Rio Preto, foi a juri popular

Mulher acusada de matar a filha  de apenas 1 ano e 4 meses, em março de 2017, em Rio Preto, foi a juri popular

Na época com 19 anos,Aline Souza Silva, foi acusada de homicídio triplamente qualificado. Ela levou a bebê, Emanuella de souza santos, quase sem vida, até a UPA da Vila Toninho, dizendo que a criança tinha sofrido uma queda.
Depois de constatada a morte da criança, a equipe médica desconfiou dos hematomas e denunciou o caso à polícia.O laudo do IML constatou várias lesões no corpo da bebê.// diante disso, a mãe confessou o crime, alegando um estresse emocional. Aline está presa na cadeia de Tremembé. Assista a matéria e conheça mais sobre esse caso.