Família ainda acredita que a morte de Natan não tenha sido acidental

Família ainda acredita que a morte de Natan não tenha sido acidental

Polícia Civil de Rio Preto já ouviu 3 testemunhas que estavam na festa em que o jovem Natan Fernando Pezolito, de 20 anos, morreu, depois de levar um tiro. O autor do disparo, Jonatan Junior da Silva Santos, se entregou à polícia e alega que o tiro foi acidental, mas a família de Natan não acredita nessa versão.