Perícia volta à casa onde advogado foi assassinado em busca de marcas de sangue

Perícia volta à casa onde advogado foi assassinado em busca de marcas de sangue

Nove dias depois que o corpo do advogado Ronaldo César Capelari, de 53 anos, foi encontrado esquartejado, a Polícia Civil de Araçatuba voltou à cena do crime, para uma nova perícia mas, dessa vez, os trabalhos foram feitos com Luminol, justamente para identificar marcas de sangue, que foram lavadas pelos autores.