Agente penitenciário mata a mulher em Martinópolis e se entrega 4 horas depois

Agente penitenciário mata a mulher em Martinópolis e se entrega 4 horas depois

Está no Centro de Detenção Provisória de Caiuá, onde permanecerá a disposição da justiça, o agente penitenciário suspeito de atirar e matar a mulher de 24 anos. O crime foi segunda-feira, em Martinópolis na residência do casal depois de uma briga. Após 4 horas de negociação, o marido se entregou a polícia.