Atendimento nas Santas Casas caminha para o colapso por falta de medicamentos

Atendimento nas Santas Casas caminha para o colapso por falta de medicamentos

O resultado da queda nos estoques de medicamentos essenciais nas unidades de terapia intensiva-UTI e disparada no número de atendimentos de pacientes com Covid- 19 nas Santas Casas da região tornou-se uma conta não fecha que sem previsão de reabastecimento à curto prazo deixa os administradores dos hospitais com motivos de sobra para se preocuparem.