Após cinco anos dos acidentes que deixaram duas crianças feridas em gira-gira, famílias ainda buscam indenização na Justiça

Após cinco anos dos acidentes que deixaram duas crianças feridas em gira-gira, famílias ainda buscam indenização na Justiça

Os acidentes aconteceram em escolas municipais de Rio Preto. Uma das vítimas, na época com 7 anos, sofreu traumatismo craniano. Já a outra, de 6, sofreu escalpelamento. O cabelo delas enroscou no eixo do brinquedo que havia sido recém instalado nas unidades.