Pesquisa busca prever novas doenças

Pesquisa busca prever novas doenças

Em um ano marcado pelo surgimento do novo coronavírus, antigas doenças continuaram a causar estragos. Dengue, chikungunya, zika e febre amarela afetaram a saúde de centenas de milhares de pessoas. Agora pesquisadores brasileiros e internacionais se uniram para buscar uma forma de prever novos surtos e impedir que os números de casos e mortes fujam do controle.