Sensor que mede e injeta insulina em diabéticos há meses está em falta, em Rio Preto

Sensor que mede e injeta insulina em diabéticos há meses está em falta, em Rio Preto

Monitorar a quantidade de açúcar no sangue faz toda a diferença no sucesso do tratamento de quem sofre com o diabetes. Mas em Rio Preto, um sensor responsável por medir e injetar insulina no organismo dos pacientes, que é fornecido gratuitamente pelo SUS, há meses, desapareceu das unidades de distribuição de medicamentos.