Escalada de preços do combustível tira opções do consumidor

Escalada de preços do combustível tira opções do consumidor

A gasolina subiu quase 40% em 12meses. Enquanto que a disparada do etanol foi ainda maior: praticamente 65 % no período. Pior para o consumidor que já está sem opções para fugir dos aumentos. E essa escalada nos preços dos combustíveis não tem previsão para desacelerar à curto prazo.

Sem previsão de desacelerar, escalada de preços do combustível deixa consumidor sem opções para fugir dos aumentos.